António Vieira precursor do Vaticano II

Autor(a): Porfírio José dos S. Pinto

8.00

As matérias da «Clavis» merecedoras de um Concílio Geral

Esgotado

O padre António Vieira foi um homem do seu tempo: um homem do Barroco. No entanto, e é o que este ensaio pretende mostrar, ele extravasou os limites do seu século. Eminente em todas as ciências, «penetrou com profunda subtileza os mistérios mais ocultos da Sagrada Escritura que toda leu por diversas vezes» (Diogo Barbosa Machado). Fundado nela, soube ler e interpretar os acontecimentos da sua época: os «sinais» do tempo que lhe tocou viver, o problema da salvação dos gentios, a questão dos judeus e cristãos-novos, a finalidade da evangelização, o Reino de Cristo na sua relação com a Igreja e a problemática da justiça e da paz num horizonte messiânico (à maneira dos antigos profetas). Para ele, a «mundialização» em curso estava prenhe de novidade, na esperança de um «novo estado» da Igreja. Essas matérias, merecedoras de um concílio, apenas puderam ser abordadas no II Concílio do Vaticano, um concílio bem mais atento à ação da Palavra de Deus na história e na humanidade em geral!

Peso 80 g
Dimensões (C x L x A) 14 × 21 cm
Ano

2019

Edição

1

Encadernação

Capa Mole

ISBN

978-989-673-705-4

Páginas

80

Quantidade Miníma

1