Um lápis chamado Teresa

6.00

Santa Teresa de Calcutá disse um dia: «Sou um lápis nas mãos de Deus.» Essas palavras inspiram esta biografia da santa, dirigida aos jovens e escrita por Maria Teresa Maia Gonzalez. Numa linguagem simples mostra como a fundadora das Missionárias da Caridade interpelou os grandes deste mundo e os levou a tomar consciência da sua responsabilidade diante de tanta pobreza que nos rodeia. Foi por isso que lhe atribuíram o Prémio Nobel da Paz (1979). É difícil escrever sobre os santos? Mais difícil – diz-nos a autora – é… fazer como eles, seguindo os passos de Jesus.

Peso 110 g
Dimensões (C x L x A) 14 × 21 cm
Ano

2016

Edição

1

Encadernação

Capa Mole

ISBN

978-989-673-543-2

Páginas

72

Quantidade Miníma

1