O celibato

Apontamentos antropológicos, espirituais e pedagógicos

15.50

O celibato cristão é hoje – ou talvez o tenha sido sempre – uma das realidades mais contestadas do Cristianismo! O que é que pode levar uma pessoa a renunciar voluntariamente ao exercício genital da sexualidade, e à paternidade/maternidade, por razões religiosas de feição cristã? D. Juan María Uriarte di-lo, corajosamente, neste livro: apenas o Deus Absoluto! O exemplo de Jesus torna-se, assim, a grande justificação do célibe cristão: «O nosso celibato não só tem Jesus como termo da nossa entrega, mas também como seu modelo. Amar Jesus leva-nos não apenas a abraçar o seu estilo de vida célibe, mas também os motivos que o induziram a abraçá-lo: a confiança absoluta no Pai, a vontade de realizar o seu projeto salvador, a promoção da dignidade inviolável de todos os seres humanos, a cura das suas feridas, a libertação das escravidões interiores e exteriores, a solidariedade entre os indivíduos, os grupos e os povos, e a esperança no futuro.»

Peso 260 g
Dimensões (C x L x A) 14 × 21 cm
Ano

2018

Edição

1

Encadernação

Capa Mole

ISBN

978-989-673-631-6

Páginas

200

Quantidade Miníma

1